Programa De Olho na Cidade

23/01/2021 - 06:19

Especialista explica como deve ser feito o reajuste da taxa de condomínio

Chame o Síndico
Especialista explica como deve ser feito o reajuste da taxa de condomínio
Uma grande polêmica em condomínios é quando a taxa de condomínio é aumentada. Será que o síndico pode aumentar a taxa de condomínio sem aprovação de assembleia? Em que momento deve acontece e como deve ser procedido esse aumento. A advogada Flávia Carvalho, especialista na área condominial, explicou como deve ocorrer o reajuste. 
 
“A taxa de condomínio é o rateio de despesas, quando optamos um imóvel próprio, naturalmente, quando vamos morar em condomínio, precisamos ajudar com a manutenção dos espaços sociais, então todas as depesas que o condômino possui para que ele tenha pleno funcionamento, vai vim na taxa de condomínio. Então todo os condôminos que possuem uma cota a parte, precisam pagar a taxa. Então quando decidimos morar em um condomínio, precisamos ter a total noção de quando será o valor da taxa condominial antes de decidir morar no local”. 
 
Ainda segundo Flávia, embora o condômino não seja a favor do aumento, deve-se lembrar que o preço de bens e serviços sofrem alteração constante por influencia direta da inflação, por isso todos os dias o preço de algum produto ou serviço sobe ou desce, assim, não tem como a taxa de condomínio ficar congelada por anos, devendo, portanto, a taxa ser reajustada para acompanhar o sobe e desce dos preços dos produtos e serviços, caso contrário a manutenção do condomínio ficará prejudicada.
 
A advogada diz ainda que o momento em que a taxa de condomínio deve ser majorada dependerá da situação financeira da qual o condomínio está passando, e que só deve haver aumento de taxa de condomínio se houver circunstâncias que motive, como reajuste de contrato de fornecedores, aumento de inadimplência, ou outros fatores externos.

Comentários

Leia também