Programa De Olho na Cidade

15/08/2011 - 07:13

PMDB baiano prepara ato de desagravo para Colbert

Evento está sendo solicitado por vários prefeitos baianos, que acreditam na inocência do secretário nacional de Desenvolvimento do Turismo, preso em operação da Polícia Federal.
Política
PMDB baiano prepara ato de desagravo para Colbert

A direção do PMDB na Bahia pretende se reunir nesta segunda (15) com o ex-deputado Colbert Martins, que é membro da legenda, para definir a realização de um ato de desagravo por conta da detenção do político baiano durante a operação Voucher, deflagrada na última semana. Além do ato, o partido pretende cobrar da Polícia Federal a apresentação das "provas robustas", que teriam levado à inclusão de Colbert, que está três meses como secretário nacional de Desenvolvimento de Programas de Turismo, entre os acusados.

“A realização do ato de desagravo é um pedido de diversos prefeitos e deputados que eu vou levar a Colbert, na segunda-feira, mas a realização depende dele”, explica o presidente regional do PMDB, Lúcio Vieira Lima.

A prioridade, neste momento, diz Lúcio, é esperar que o político “cure as feridas” que a detenção pode ter lhe causado. Segundo ele, a avaliação geral é que a situação, “apesar de lamentável”, foi positiva ao ex-deputado. “Na verdade, a postura de Colbert nos deixou cheios de orgulho. Ele foi defendido pela própria história e mostrou que a honestidade compensa”, destacou, lembrando a notícia de que o procurador federal, Celso Leal, cogita excluir o nome do político baiano da lista dos acusados.

Lúcio conta ainda que Colbert sempre aparentou tranquilidade em relação à situação. “Conversei com ele duas vezes, no início, quando ele foi detido e ontem, quando saiu”, diz. Na prisão, o ex-deputado, que é médico, teria chegado a oferecer auxílio a um outro detento que estava com problemas de saúde, afirma Lúcio.

O político baiano foi preso na última terça-feira, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Voucher. A investigação busca combater o desvio de recursos públicos destinados ao Ministério do Turismo por meio de emendas parlamentares ao orçamento da União.

Hoje, o ex-deputado não atendeu às ligações da reportagem. De acordo com a assessoria de imprensa dele, Colbert deve permanecer entre os familiares em Brasília e pretende ir a Feira de Santana na próxima terça ou quarta-feira.

FONTE: A Tarde

Comentários

Leia também