Programa De Olho na Cidade

12/06/2018 - 08:56

Ciência perde credibilidade com fake news, diz especialista

Brasil
A médica do Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Israelita Albert Einstein, Anna Carla Goldberg,  disse hoje (11), no 1º Fórum de Pós-graduação Einstein: Pesquisa para a Vida, que a ciência perde credibilidade com a divulgação de fake news.
 
Para ela, a divulgação de notícias falsas na área é ainda mais grave, porque há um descrédito geral no potencial de ajuda e de desenvolvimento que a ciência traz para a população.
 
“A perda de credibilidade faz com que as pessoas desistam da ciência nesse sentido”, disse Anna Carla no debate na capital paulista em que especialistas discutiram a divulgação científica em tempos de redes sociais e as fake news.
 
Para a médica, a rapidez com que as notícias se espalham pelas redes sociais é positiva e possibilita alcançar uma quantidade enorme de pessoas. No entanto, uma notícia falsa também circula em velocidade “espantosa” e “as pessoas têm que aprender com o fato de que [as fake news] existem e não engolir qualquer informação [que é repassada]”.
 
Leitor deve tentar identificar
 
O editor de ciência da Revista Pesquisa Fapesp, o jornalista Marcos Pivetta, aconselha o leitor a tentar identificar um pesquisador por trás da notícia ou se ela é somente um boato. “Precisa cautela, procurar ver qual é a fonte original de uma notícia, principalmente notícias de saúde”, disse.
 
Pivetta sugere duas abordagens para checagem de notícias. A primeira é se o que foi publicado na rede social foi produzido por algum veículo de comunicação conhecido ou tentar reconhecer quem escreveu, quem postou aquela notícia originalmente.

Comentários

Leia também